sexta-feira, fevereiro 15, 2008

The know-alls

Sempre admirei aquelas pessoas do circulo de amigos/família ou figuras públicas que parecem saber sempre tudo. Entretanto cresci e fiz-me homem (como diz o outro), e nem precisei de ir à tropa para que isso acontecesse! Sei agora que não há sabichões, ou "sabões", como o meu irmão costumava dizer.
Quem me dera às vezes saber mais, não necessariamente sobre coisas académicas ou cultura geral; saber tomar mais decisões, mesmo em situações triviais, sem medo de errar...
Depois deste desabafo sem sentido, aqui ficam alguns dos sabichões do nosso país e mundo, ou não o sendo, acham pelo menos que têm sempre razão...
Em jeito de "disclaimer" devo dizer que no meio destes todos, alguns se calhar até sabem umas coisas...










Ajudem-me! Esqueci-me de alguém?! O meu pai e lipemarujo têm obrigatoriamente que se incluir na lista!

"I know nothing except the fact of my ignorance."
OR
"All I know is that I know nothing"

Inline hockey again


Há 2 fins-de-semana atrás assumi a identidade deste Perez-Suarez, com um número curioso, e lá fui jogar o meu primeiro torneio de hóquei em linha. Não me parece que tenha sido uma desgraça, mas não fui aida aquilo a que aspiro. Estou a adaptar-me rapidamente à nova técnica, mas tenha medo que um dia, voltando para Portugal e juntando-me a uma equipa de veteranos, descubra que desaprendi a jogar hóquei em patins...
Estes lingrinhas aqui não seguem o espírito do hóquei no gelo, e pelos vistos o hóquei em linha não é um jogo de contacto, pelo que acharam que fui um pouco agressivo (e eu que não fui sequer tão duro como no hóquei em patins!)
Fico triste cada vez que me lembro que no hóquei em linha se pode jogar com o patim, levantar o stick do adversário, segurar o disco com a mão, etc. - tudo coisas impensáveis no hóquei em patins, e tudo coisas que agora me tento obrigar a fazer...:(
Ah, sim! A minha equipa perdeu os 2 jogos e não marquei nenhum golo. Mas aposto que daqui a 1 mês estou aqui a contar-vos que fui o "man of the match" ou MVP!

Life is a roller coaster

Na vida perdem-se batalhas, mas o importante é não desistir de ganhar a guerra.
Agradável surpresa ter ouvido esta música na rádio noutro dia. Aqui fica. Mítica, poderosa. E digam à vontade que os meus gostos ficaram parados no tempo!


The White Stripes
"Seven Nation Army"

I'm gonna fight 'em all
A nation army couldn't hold me back
They're gonna rip it off
Taking their time right behind my back

And I'm talking to myself at night
Because I can't forget
Back and forth through my mind
Behind a cigarette
And the message coming from my eyes
Says leave it alone

Don't want to hear about it
Every single one's got a story to tell
Everyone knows about it
From the Queen of England to the hounds of hell

And if I catch it coming back my way
I'm gonna serve it to you
And that aint what you want to hear
But thats what I'll do
And the feeling coming from my bones
Says find a home

I'm going to Wichita
Far from this opera for evermore
I'm gonna work the straw
Make the sweat drip out of every pore
And I'm bleeding, and I'm bleeding, and I'm bleeding
Right before the lord
All the words are gonna bleed from me
And I will sing no more
And the stains coming from my blood
Tell me go back home

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

Happy Valentine's Day





I'm a fire and I'll burn burn burn tonight...

quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Busby Babes

Faz hoje 50 anos; eis algumas das fotos que tirei da primeira vez que visitei Old Trafford. A do memorial é da net porque não encontro a minha. Marcante, sem dúvida o que aconteceu...



terça-feira, fevereiro 05, 2008

Super Tuesday VS. Shrove Tuesday or Pancake Tuesday


Os EUA não são o mundo, nem o mundo é os EUA, mas hoje decide-se muito do futuro do mundo. Há um homem a "vender" ou pelo menos a "apregoar" um sonho; rezei muito para que Berlusconi não ganhasse nas últimas eleições, mas nem essa satisfação parece ter ajudado a Itália.
Agora o estado a que a economia dos EUA chegou afecta-me mais directamente, com uma casa que desce de valor todos os dias. Estou espalmado como uma panqueca; hoje é por cá dia de comê-las
O Herman José dizia que gostava de "panquecas, quecas" e eu comungava da opinião. Eu gostava do Herman José.
Bebi Coca-Cola e fiquei a ver o filme Payback até tarde. Acho que me fez mal...

domingo, fevereiro 03, 2008

La vita è bella


Eis a foto que prova a minha quase-morte e que deveria ter sido postada aqui se não fossem os problemas técnicos da altura.
Vê-se eu a segurar no bocal do oxigénio da minha garrafa, e com o bocal suplente da instrutora na boca. O fotógrafo veio no "momento Kodak"!
Fixem o nome da empresa!A evitar...já não vou a tempo de dizer à minha cunhada que lá deu um salto este Verão...

Belated Birthday

Ora cá vai o 150º post em 2 anos, (algo bastante positivo, para alguém preguiçoso como eu, antes que alguém ridicularize o feito). Isto para assinalar o 2º aniversário do SAGA que ocorreu no passado dia 18 de Janeiro. Desde que tenho o contador do ClustrMaps (há um ano) houve quase 7,000 visitas de todo o mundo, algo que também me parece reconfortante. Se alguém estiver confuso pelo facto do contador que está visível mostrar pouco mais de 4,000 visitas, eu explico; esse contador não conta os meus acessos!
O mapa recomeçou agora a contar os acessos do zero, mas é bom ver que há pessoal no Brasil, etc. que vai lendo o SAGA com alguma regularidade...saravá!

A velhice e outros queixumes


Cá estou de volta aos posts, para vos relatar uma nova experiência na minha vida. Peço desculpa pela longa ausência, mas não tem havido oportunidade e inspiração ultimamente...
Tenho como sempre muitos posts na forja, a ver vamos se se concretizam.
Começo então com mais uma histórica das minhas maleitas; não me considero velho nem acabado, mas a verdade é que anos a tratar mal articulações e ossos não perdoam, muito menos, quando um país húmido entra na equação.
A minha última queixa é o joelho esquerdo, coisa já relatada aqui.
Depois de alguma fisioterapia (deram-me exercícios para fazer em casa que não fiz), acedi a custo a tentar acupuntura para aliviar a dor - eu que tenho pavor de agulhas!
Ora lá aguentei duas sessões com meia dúzia de agulhas no corpo, que eram empurradas para dentro da pele de 5 em 5 minutos, suando ligeiramente.
Sim, sou um triste, foi isso que aqui vim dizer...
Espero que em Maio o meu joelho não me deixe ficar mal para que possa correr a maratona de Belfast (em estafeta).

P.S.: O pé na fotografia não é o meu; esse é ainda mais feio!

A minha fotografia
Nome:
Localização: Ireland

"O mito é o nada que é tudo/ O mesmo sol que abre os céus/ É um mito brilhante e mudo..." Pessoa. Assim sou eu...

Powered by Blogger