terça-feira, março 27, 2007

Dia histórico, mas vamos com calma...



Hoje falei durante um minuto na BBC Radio Ulster, no programa da manhã - "Good Morning Ulster" - o mais ouvido da Irlanda do Norte. Já antes das eleições tinha falado no programa, dando uma perspectiva "externa" das eleições que tiveram lugar. Desta vez a coisa girou um pouco à volta do mesmo...
Depois de dificuldades técnicas, porque não estava no estúdio mas num posto móvel, acabámos por ter que usar o telefone para fazer a pequena entrevista em directo.

O Governo Inglês lá prometeu uma injecção de dinheiro suplementar para incentivar o acordo entre as partes, e hoje lá se fixou a data para que o Governo da Irlanda do Norte seja estabelecido (8 de Maio). Isto constitui um adiamento, já que hoje deveria ter-se constituido esse mesmo governo, que será composto por quatro ministros do DUP, três do Sinn Fein, dois do UUP e um do SDLP.
Na foto vê-se Ian Paisley e Gerry Adams sentados à mesma mesa em conferência de imprensa, algo nem sequer sonhado em tempos idos.

999. Não, não é o número de emergência do Reino Unido!




999 é o número de golos que Romário marcou na sua carreira. Desde jogos em camadas jovens, jogos amadores e amigáveis, bem como os mais a sério.
O Baixinho está a um golo de arrumar as botas e cumprir o seu sonho e último objectivo da carreira. Lipemarujo já tinha comentado num post esta situação digna de relevo, mas não o encontrei, daí que julgue ter sido no extinto Penadentro. Como alguém disse no site do Maisfutebol, o Pelé conseguiu o marco dos 1000 golos aos 28 anos, o Romário tenta agora aos 41. Nem isso nem o facto de não serem todos golos oficiais tira o mérito ao rapaz com quem cresci a ver jogar. Sempre me arreliou o facto de ele ser um pouco individualista de mais, mas é o problema dos craques, e eles podem dar-se a esses luxos porque isso às vezes resolve jogos, por mais que isso me custe dizer...
Lembrei-me deste post porque o Público online publicou na tal rubrica de fotolegendas a foto que se vê acima.
Ele devia jogar amanhã, mas não o irá fazer para tentar o golo no jogo seguinte a disputar no Maracanã (onde fez o golo 999 noutro dia contra o Flamengo)neste Domingo contra o Botafogo.
E agora digam-me, se fossem o guarda-redes do Botafogo não deixavam entrar um golito para ficarem na história também??
Aos 41 anos, se lá chegar, espero conseguir calçar as pantufas sem acusar o reumatismo!
O lipe ficará concerteza atento para nos dar mais notícias...

segunda-feira, março 26, 2007

Presidente da junta...



Esqueci-me de partilhar convosco! No passado dia 18 de Janeiro, dei um "bacalhau" a esta senhora e seu marido. Mary McAleese, Presidente da República da Irlanda visitou a minha escola (secundária) e lá falou comigo, com alguns dos meus alunos de várias nações e com restantes convidados distintos da escola escolhidos a dedo:).
Ela está "cotada" entre as 55 mulheres mais poderosas do mundo (2006, 25ª em 2005), embora a nível de poderes como Presidente estes se reduzam a nenhum, de acordo com as leis do país.
Curiosamente, a senhora nasceu no "Norte", em Belfast, e foi muito simpática aquando da visita. Gajos e gajas da segurança dela, de gabardines e auriculares, lá inspeccionaram a escola, até mesmo dias antes dela vir.
Os mandatos são uma alegria, duram 7 anos; ela já vai no segundo.
Como o prof que estava a tirar fotografias tirou a tudo e todos menos a mim, cá fica uma foto da net e não uma onde se possa ver o sóbrio tailler vermelho que envergava... ;)
Diga-se que ela e a família foram corridos da zona onde moravam em Belfast, na altura inicial dos conflitos, já que era e é uma zona fortemente Católica e portanto alvo favorito unionista (Protestante).

P.S. Alguém me sabe dizer o que é o marido? Qual é o masculino de "primeira dama"??

domingo, março 25, 2007

CECA, CEE, UE, ECU, EURO...




É certo que perdemos algumas coisas e que a nossa adesão à CEE teve coisas negativas (e mais para vir quando tivermos que pagar todo o dinheiro que usámos mal), mas de certeza que são muitos mais os aspectos positivos da nossa entrada para o "clube" que nasceu há 50 anos. Idealizado com muitos interesses económicos à cabeça, mas também com outros intuitos louváveis.
"And let's face it", sem UE, eu não tinha feito ERASMUS na Alemanha, nem COMENIUS na Irlanda do Norte! :)

sábado, março 24, 2007

Parabéns aos "Lobos"! Viva o desporto amador!


A selecção nacional de râguebi apurou-se hoje para o Mundial da modalidade em França.
É um dia histórico para uma selecção que é amadora, e que irá agora defrontar equipas como a Nova Zelândia (bichos autênticos!), Itália, Escócia e Roménia no grupo C. Julgo que é a única equipa amadora presente e a única na história da competição.
A coisa foi muito suada, porque no conjunto das duas mãos Portugal ficou só com 1 ponto de vantagem sobre o Uruguai.
É algo comparável a ter a selecção de futebol do Liechtenstein a disputar o mundial. A tal seleção que já conseguiu um empate contra Portugal, e que hoje perdeu 1-4 contra a Irlanda do Norte, mas que é constituida por uma maioria de amadores, entre trolhas, empregados bancários, etc.
Obrigado à Liliana por me chamar à atenção para o feito, a que já tinha aludido num outro post, aquando da vitória da primeira mão.

quinta-feira, março 22, 2007

Giant's Causeway



Na rubrica Foto-Legenda do jornal Publico (online), esta foi a foto escolhida, com a seguinte legenda:

"20-03-2007 - 09:42
Passear pela calçada
Turistas passeiam-se pela Calçada Gigante de basalto na costa nordeste da Irlanda do Norte. Esta zona de reserva natural, formada por 40 mil colunas de basalto esculpidas a partir de uma actividade vulcânica que ocorreu há entre 50 e 60 milhões, foi declarada Património Mundial pela UNESCO em 1986. Foto: Victor Fraile/Reuters"

Já a outra foto, com a maré alta, vento, mar revolto e cheio de espuma, foi tirada por mim dois dias antes da data em que a foto foi publicada no jornal/edição online.
Não gosto muito da tradução Portuguesa vulgarizada, mas deve ser da falta de hábito de a ouvir repetida... Calçada do Gigante... (nunca "Calçada Gigante")
Em vez de vos estar aqui a contar a lenda interessante deste grande "monumento", vejam-na aqui
Apeteceu-me, pela coincidência, e pelas alusões da rosinha à Irlanda e menções em "O Público"

segunda-feira, março 19, 2007

St. Patrick's Day aftermath



On the 17th March St. Patrick's Day was celebrated all over the world. Like the Portuguese, the Irish can be found in all the four corners of our planet Earth (I know, the Earth is round and is not supposed to have edges or corners...)
There are normally parades and in Northern Ireland most Protestant people just tend to keep away. Even if I can't consider myself either a Catholic or a Protestant, I went to see a parade in Derry or Londonderry (depends if you are a C or a P), but ended up missing it, also because it was a terribly rainy day (do you like the cacophony?)
I didn't end up drunk as the tradition demands, but had the company of a Portuguese friend all the way from Germany. Nice to have seen you Susi!
Your company wasn't too bad either Brenda!

quinta-feira, março 15, 2007

No Smoking Day


14 de Março de 2007 (Publiquei depois da meia-noite por razões de ordem técnica)
Como anti-tabagista ferrenho que sou, não podia deixar passar a data em claro...
Mais mês e meio e será possível respirar nos bares, restaurantes e afins da Irlanda do Norte, como já acontece na República da Irlanda, etc. Salvé!
O No Smoking Day é uma iniciativa levada a cabo no Reino Unido.
Fumadores deste mundo, procurem o prazer noutras coisas. Força nisso!
E sim, só um par de vezes ou pouco mais tive a "oportunidade" de experimentar, e confirmo que "beijar uma miúda que fuma é como lamber um cinzeiro", ainda que essa útlima actividade nunca tenha feito!

domingo, março 11, 2007

Mais política...



Como dizia um colunista no Belfast Telegraph de sexta, "One of the delights of being in Government is the opportunity it gives to spend other people's money."
Enquanto que ele falava de milhões de libras desviadas e mal gastas a nível governamental, eu quero só dar um exemplo a nível local do que se passa por cá (Câmara Municipal), para não estar só/sempre a dizer mal de Portugal. Dinheiro por aqui não falta, é talvez essa diferença entre a Irlanda e Portugal, mas de qualquer forma é muito mal gasto. Fica aqui o exemplo de como se estouram uns míseros 8.500 contos, quando me parece que era evitável, podendo eu enumerar facilmente coisas muito importantes onde os gastar...

sábado, março 10, 2007

A política no desporto (e vice-versa)


Há duas semanas atrás aconteceu mais um dia histórico nesta ilha, desta feita em Dublin.
O Croke Park, estádio imponente com mais de 82,000 lugares pertencente à GAA, federação de jogos gaélicos, que até há pouco não permitia o uso do estádio para outros jogos que não os gaélicos, foi palco de um jogo de râguebi a contar para o torneio das 6 nações entre a Irlanda e Inglaterra.
A polémica e a historicidade em que o evento se viu envolvido, deve-se a essa proibição, que foi recentemente abolida, ter sido imposta depois de 14 espectadores, um deles jogador de gaelic football, terem sido mortos pelo exército britânico enquanto decorria um jogo, em 1920, naquilo que se chama agora o "First Bloody Sunday" (não o de Derry, celebrizado pelos U2).
Nesse dia o exército irrompeu pelo estádio adentro disparando indiscriminadamente, como vingança por um qualquer atentado do IRA.
Em 1918 esta federação chegou a estar banida pelo governo inglês. O estádio onde normalmente têm lugar os jogos internacionais de râguebi na Irlanda (Lansdowne Road), vai ser reconstuido. O facto mais perturbador para algumas pessoas era ver a banda do exército irlandês a tocar o hino inglês num local tão "sensível".
Temiam-se ainda alguma ameaça de bomba ou outra estupidez paramilitar, mais perigosa ainda por se estar em tempo de eleições.
Admito que me emocionei ao ver os jogadores e toda aquela multidão a entoar o hino irlandês. Alguns daqueles matulões choravam como bebés a cantar o hino. O público foi respeitador enquanto se ouvio o "God save the Queen", e o ambiente foi espectacular. Eu que pouco percebo de râguebi e nunca apreciei, dei um pouco mais de atenção ao desporto.
A Inglaterra que supostamente estaria melhor do que a equipa irlandesa, foi esmagada com um resultado de 43-13, num desempenho "de raiva" da equipa irlandesa.
Hoje a Irlanda venceu a Escócia e ganhou assim a "Triple Crown", ou seja, no torneio das 6 nações venceu as outras três nações das ilhas britânicas: Escócia, País de Gales e Inglaterra.
Acabo lembrando que Portugal está a disputar com o Uruguai o último lugar disponível no Mundial de Râguebi, tendo ganho hoje a primeira mão por 12-5 em Portugal. Era bom ver a selecção amadora de Portugal no Mundial, mas falta ainda a segunda mão.

P.S. Este foi o estádio onde ouvi os U2 do lado de FORA e vi o concerto do Robbie Williams do lado de DENTRO.

sexta-feira, março 09, 2007

"The choice for Northern Ireland politicians now is devolution or dissolution,"

Party Seats
DUP 36 "Protestant"
SF 28 "Catholic"
UUP 18 "Protestant"
SDLP 16 "Catholic"
Other seats for smaller parties, including 7 for a party that is neither perceived as Catholic or Protestant.

I will quote some articles from the BBC website and from the Belfast Telegraph to make my life easier. Too lazy today!
"We've now had 35 election or referendum campaigns in 34 years. If you are asked to vote that frequently, it is hardly a sign that you live in a successful democracy.
Ian Paisley's Democratic Unionist Party has emerged as the largest party in Northern Ireland's Assembly election.
Secretary of State Peter Hain has warned he needs an answer from the parties in a fortnight if the 26 March deadline for devolution is to be met.
He said the assembly would close if they did not sign up to power-sharing.
If a power-sharing executive is formed it will have four DUP ministers, three Sinn Fein, two UUP and one SDLP."

The Northern Ireland Assembly has been suspended since October 2002, amid allegations of an IRA spy ring at Stormont. A subsequent court case collapsed. Direct rule has been in place since that date. (Suspended many times before this last).
The easy part is done- the election; the impossible mission is now to get Paisley to share the power with Gerry Adams and his Sinn Féin party, which, according to Paisley, is a club of IRA men. (It's worth checking out some information on the lives of these two men!)

quinta-feira, março 08, 2007

Let's see if this time they can get an e(r)(l)ection!




Ontem foi um dia importante, quiça histórico para a Irlanda do Norte. Depois de anos a ser governado pelo parlamento inglês, de suspensões de Stormont por isto e por aquilo, parece que é desta que o pessoal aqui vai ver o parlamento local (Stormont) a abrir de novo. O termo é "devolution", que me parece um conceito curioso.
Grandes diferenças no modo como as eleições se processam aqui, em comparação com Portugal:vota-se no candidato a deputado local da nossa preferência, e podemos pôr as preferências que quisermos: 1a,2a,etc...
A campanha é uma treta porque no fundo dizem todos o mesmo, a diferença é que uns são republicanos e querem uma Irlanda unida, e outros são unionistas e fiéis a Sua Majestade (mais do que o facto de serem Católicos ou Protestantes).
Além disso, nada de periodo de reflexão e cartazes removidos da zona das urnas; há roulottes dos partidos "acampadas" à porta das urnas!! Além disso o pessoal tem que se recensear todos os anos, embora isso vá mudar,acho. As urnas estiveram abertas das 7 da manhã às 10 da noite e os votos vão ser
contados somente durante o dia de hoje e amanhã. Há 108 lugares no parlamento para ocupar. As eleições são por norma à semana.
Eu lá fui pôr o papelinho na caixa, já que faltei à chamada aquando do
referendo da interrupção voluntária da gravidez. Compare-se as maneiras de
votar aqui com a minha impossibilidade de votar daqui no referendo, como fui
informado por email pela CNE:

"Referendo nacional de 11 de Fevereiro de 2007 - Cidadãos deslocados no estrangeiro ou emigrantes
Exmo Senhor
Relativamente à questão colocada, informa-se o seguinte: Nos termos dos artigos [blá blá, blá blá blá], o voto é exercido presencialmente, em assembleia de voto correspondente ao local por onde o eleitor esteja recenseado, com excepção dos casos do voto antecipado, previstos nos artigos [blá blá], em relação a determinadas categorias de pessoas.
Assim, para poder votar terá que se deslocar, no dia do referendo, à
assembleia de voto da freguesia por onde está recenseado no território
nacional."

P.S. Tive o bónus de não ter trabalhado ontem por a escola estar a ser usada para as eleições, mas também, com o contrato peculiar que tenho, não me foi pago o dia, ao contrário da maioria dos outros profs.

quarta-feira, março 07, 2007

Para as Lid(l)es domésticas...




Depois de um ano passado na Alemanha em 2000/01 (que saudades de Köln!) a fazer contas ao dinheiro e a fazer as compras no Aldi, Plus e Lidl, que são os mais baratos e eram os três à porta de casa, volto a ser cliente do Lidl, desta feita na Irlanda.
Eis as minhas duas últimas aquisições (radiador não incluído). Tirem as vossas ilações... (pra rimar)

sábado, março 03, 2007

Os clubes do meu coração (sem lamechices)!





É bom quando se fica contente qualquer que seja o resultado; é uma coisa rara em futebol! Na certeza porém de que a ter que escolher, o Braga tem preferência!

quinta-feira, março 01, 2007

Crónicas de Dungannon OU (Mais) um dia de merda…


As últimas 24 horas foram tudo menos prolíferas em eventos felizes. Se os leitores querem mesmo saber mais de mim e menos de políticas e futebol, aqui vai, hoje estou com “ganas” de “let off steam”!

Ontem à noite consegui arrastar-me até à aula de “circuit training”, depois de um dia de trabalho que acabou às 7 da noite. Dei no duro até às 8, depois de três semanas de ausência, por razões mais e menos estúpidas. No regresso a casa compro o semanário local e leio sobre a rede de droga lituana desmantelada aqui na vila vizinha, assim como sobre o acidente rodoviário desta semana que matou dois gajos da minha idade e me impediu de voltar a casa do trabalho pela estrada normal. Leio que nesses 17 ou 18 km (11milhas, é fazer as contas) de estrada que faço todos os dias para ir trabalhar morreram quatro pessoas em quatro dias.
Depois das leituras, e ainda antes do banho tomado, falo ao telefone com os meus pais, e fico “pra cima de meia hora” a discutir “current affairs” com o meu pai, além de que sou informado do falecimento de um familiar (afastado).
O computador voltou a desligar-se numa altura em que tinha sites importantes abertos (aceitam-se doações de motherboard para portátil ou um novo também resolvia o problema).
Descubro que já passou o prazo para me candidatar a um prémio para novas empresas (se bem que a minha é tão nova que ainda não fez dinheiro). Vou para a cama a pensar em relatórios que tenho que fazer brevemente para despachar o meu “Early Professional Development”.Ah, mas antes disso tomei banho!
Adormeço “instantaneamente”, como é aliás hábito, mas muito por causa de me ter levantado às 6 da manhã no dia anterior, para falar na rádio local da BBC (sobre eleições!)
Hoje de manhã acordo um pouco dorido da ginástica, mas nada de morrer. Visto uma camisola por cima da camisa para esconder o facto de não ter arranjado tempo para a passar a ferro.
Nas aulas tenho que me chatear com “gunas” portugas e ligar a pais a fazer queixinhas. Na minha aula com irlandeses metade da turma não trouxe com o que escrever e 3 ou 4 chegaram 10 ou 15 minutos atrasados (numa aula de 30 minutos!)
Chegou o dicionário de Polaco que encomendei para a escola, e em vez das mais de mil páginas anunciadas, tem quatrocentas e tal.
Fico mal na cantina, ao não ter dinheiro suficiente comigo para pagar a mísera sanduíche que comi.
Falo ao telefone com advogada do meu sindicato que percebe literalmente menos de leis do que eu.
Na aula de Inglês a pais estrangeiros, INICIAÇÃO, dou tantas calinadas, que até eles próprios me corrigem (por esta altura estou tão cansado que não sei a quantas ando, e digo que os pratos se lavam na “washing machine”).
Meto-me no carro para ir à pressa para o meu curso de Primeiros Socorros (é mais um dia das 9 da manhã às 9 da noite)!
Com a fome e a falta de tempo que tinha, e ainda que me parecesse má ideia, resolvi tentar comer um iogurte enquanto conduzia; nem isso nem o facto de ter que passar rotundas seriam um problema se eu não tivesse a tentar limpar a colher primeiro com um lenço de papel, e com o iogurte aberto. “Cutting a long story short”, entornei iogurte no assento e no tapete do carro, para além de ter chegado atrasado ao curso.
Como se isso não bastasse, tive que apalpar um gajo todo, para ver se ele tinha alguma fractura e não sei o quê, apesar de eu saber bem que ele não tinha, e que estávamos ali só a treinar. Pior do que isso só mesmo ter que me sujeitar ao mesmo, e ser apalpado pelo gajo, isto deitado no chão da sala, com as minhas “calças de fato”!
Pelo meio lembrei-me do episódio traumático que foi ter que ajudar a ventilar um senhor obeso num avião a caminho de Roterdão para ver o Portugal-Alemanha no Euro de 2000. O senhor acabou por falecer.
Chego a casa já depois das 9 da noite e apercebo-me que não tenho as chaves de casa. Regresso ao sítio dos Primeiros Socorros para ver se lá estão; podiam ter caído do bolso enquanto estava a ser abusado pelo tal gajo, mas não. Lembrei-me que devem estar na escola, mas não havia maneira de as recuperar. Toca de ligar à senhoria e fazer uns km para ir buscar a chave dela. Em casa vejo o correio e deparo-me com uma conta de telemóvel de110 €.
Descubro que um dos partidos se aventurou a traduzir o panfleto partidário noutras línguas, e o Português foi traduzido no google, ou por alguém a quem foi dito aquando de férias em Portugal, que falava muito bem. A Professora que está para me ligar sobre o Mestrado e tal nunca mais o faz e os prazos de inscrição estão a aproximar-se. Tento arrumar a sala escondendo montanhas de papelada para um quarto, já que a senhoria vem amanhã buscar a chave. A vida é bela, mas hoje não; vou para a cama! São 23.30! O meu jantar foi agora; um prato de cereais com leite - mas também pelos vistos tenho que emagrecer 10 kg!
Enquanto escrevia este post o computador bloqueou de novo…

A minha fotografia
Nome:
Localização: Ireland

"O mito é o nada que é tudo/ O mesmo sol que abre os céus/ É um mito brilhante e mudo..." Pessoa. Assim sou eu...

Powered by Blogger